Para usuários de Blogs … Microsoft Windows Live Writer

Para os usuários de Blogs, de diferentes serviços, este aplicativo é uma mão na roda! Os blogs são uma febre há algum tempo, e com o Windows Live Writer, criar, atualizar e manter um diário virtual pode ser mais fácil, interativo e divertido.

O Writer possui diversos recursos para melhorar sua experiência “blogística”. As mais inovadoras são as seguintes:

WYSIWYG Blog Authoring:

WYSIWYG é uma sigla para “What You See Is What You Get”, significa “O Que Você Vê É O Que Você Tem”. Agora, você pode criar uma entrada e saber exatamente como ela vai aparecer, antes de efetivamente publicá-la. O Writer armazena os dados de seu blog, como cabeçalhos, fontes, cores, imagens de fundo, espaçamento de parágrafos, margens e citações, permitindo-lhe editar suas entradas utilizando automaticamente estes parâmetros.

Ainda é possível visualizar e editar o código-fonte de seu espaço em HTML.

Agora você não precisa perder tempo por todo o processo de postar, atualizar, visualizar e modificar para que sua nova entrada fique do jeito que você quer. Tudo vai estar pré-definido pelo Writer enquanto você cria seu post.

Publicar Fotos:

O Writer insere, personaliza e carrega fotos em seu blog em um piscar de olhos. Você pode inserir uma foto em um post de duas maneiras: procurando as thumbnails (pré-visualizações em miniatura) através da opção “Insert Picture” (“Inserir Foto”); ou copiando e colando a imagem de uma página na Internet.

Assim que você inserir a imagem, o Writer fornece ferramentas de edição para modificar tamanho, aplicar texto, editar margens e adicionar efeitos gráficos. Ainda é possível disponibilizar uma thumbnail da imagem como um link. Os visitantes clicam neste link para ver a imagem em tamanho maior.

Caso o provedor de seu blog suporte o newMediaObject API, é possível fazer um upload das fotos diretamente para o seu provedor ou para um servidor FTP.

Publicar Mapas:

Suponhamos que você queira falar sobre uma viagem ou sobre um conflito político em um determinado local. Não seria ótimo você disponibilizar mapas para ilustrar melhor seus textos? Isso é muito útil para melhorar a compreensão dos seus leitores. Agora você pode fazer isso, utilizando a capacidade do Windows Live Writer de inserir um mapa diretamente no seu post.

Ainda melhor: o mapa pode ser customizado diretamente pelo Writer, incluindo mudar a visualização para exibir um ponto de vista terrestre, aéreo ou até como se fosse o olhar aguçado de um pássaro!

Quando os freqüentadores de sua página clicarem no mapa, eles são direcionados ao site Windows Live Local, para uma visualização maior do mapa.

Writer SDK:

Este recurso permite que os desenvolvedores ou “blogueiros” aumentem as capacidades do Writer, para publicar conteúdos adicionais, como:

Imagens de sites.
Incorporar tocadores de áudio e vídeo.
Thumbnails de imagens de produtos e/ou links para sites de comércio virtual.
Tags (abas) de serviços disponíveis.

Compatibilidade:

O Writer é um excelente cliente para o Windows Live Spaces, mas também funciona com outros blogs, inclusive Blogger, LiveJournal, TypePad e WordPress. Esses são só alguns exemplos.

Isto é só o começo desta nova tecnologia, que vai deixar páginas pessoais cada vez mais interativas, ilustradas e profissionais. Mergulhe de cabeça nos recursos que o Writer pode fornecer. Estes são só os principais.

…é só uma dica para quem tem Blog  Smiley

Download: http://get.live.com/betas/writer_betasFonte: darkers, disponibilizado por Reeves

Converter formato de data do MySQL para o formato BR, em uma linha de código só

O tipo date do MySQL é diferente do tipo de data a qual estamos acostumados, por exemplo o dia de hj no BD ficaria 2008-01-08, o que claramente confunde o usuário, ele pode pensar… “NOOOSSAAA ! Hoje é dia 2008…!” e acabar morrendo de susto 😀 … enfim vamos ao código …

$data_br = implode("/",array_reverse(explode("-",$data_do_bd_mysql)));

//Vou criar a funçao para ficar molezinha para quem quiser ...

function retornaData($data){
return implode("/",array_reverse(explode("-",$data)));
}

Simples não … quero ver agora como faz isso com Python … o Elcio Ferreira talvez ache uma solução …ou meu camarada Tio Mike, ou DGMike

Plante árvores pela Web !!! Entre nessa !

Achei um site muito interessante é o ClickArvore ( http://www.clickarvore.com.br/index.php ), nele você efetua um cadastro simples e têm a oportunidade de plantar árvores. Mas como funciona ? De duas formas, o plantio gratuito, no qual você é munido de 3 mudas (eu acho) e pede para plantar, os patrocinadores pagarão por ela, ou você compras as mudas e pede para plantar. Você que é blogueiro ou “navegante” aproveite para salvar a terra plantando árvores pela internet !

Parabéns a equipe do ClickArvores

Controladores de Interface Gráfica em PHP, procedimento para programar

Reza a dita que a interface gráfica deve ser burra, ou seja, a única finalidade dela é ser um meio de interação do usuário com o sistema, nada além disso ! Resolvemos isso com os controladores …

1º – Os controladores de GUI (Graphics User Interface – Interface Gráfica de Usuário, não vou repetir isso …. hehehe), devem ser uma camada entre as interfaces gráficas e todos as classes, quem se comunica com as classes será ele, e nao a GUI

2º –  As GUI devem deixar claro para o controlador a sua intenção

Vamos ao exemplo …

Vamos criar uma GUI simples …

<ul>
<!-- Este exemplo não vem com URL amigáveis-->
<li><a href="?classe=A&amp;metodo=Hello" >Teste A</a></li>
<li><a href="?classe=B&amp;metodo=Hello" >Teste B</a></li>
</ul>
<div>
<!-- Aqui a abaixo serão apresentado todo o resultado esperado -->
<?php
require_once ('controlador.php');
?>
</div>

Nada dificil o código acima, ele está com dois links que intentam chamar funções em classes diferentes … vamos ao controlador, não vou fazê-lo em OO para ficar mais fácil de vcs entenderem, depois é só “queimar pestana” para transformá-lo em Classe…

<?php
/* A 1ª coisa ter em mente que ele vai lidar com todas as classes
 * por isso usaremos uma factory, fábrica, já explica em outro post
 */
require_once ("factory.class.php");
$fabrica = Factory::singleton(); // Aqui estamos instanciando a nossa fábrica
// Estamos passando $_GET já que são links clicados
$classe = $_GET['classe'] // string contendo o nome da classe
$metodo = $_GET['metodo'] // string contendo o nome do método

$obj = $fabrica->getObjdaClasse ($classe)// Método da fábrica, criar Objeto
$obj->$metodo();// POde parecer mais não é POG
?>

Como falado não vou posta o Código da Factory, pois já falei em outro post… vamos as Classes …

<?php
class A{
private $algo;
public function A(){

}
public function Hello(){
echo "Eu sou o Hello da Classe A";
}
}
?>
<?php
class B{
private $algo;
public function B(){

}
public function Hello(){
echo "Eu sou o Hello da Classe B";
}
}
?>

Ta simples, porém funcional … vc pode variar muitas coisas ae, como falei até colocar em OO, pode arrumar para ser com return e por ae vai …. Esse ae foi só um meio para entender …

Post do factory: https://d3rf.wordpress.com/2007/09/27/desgin-patterns-para-php-padroes-de-projetos/